Como resolver a mensagem ganhos em risco no Google AdSense?

08/09/2019

Aprenda a resolver os ganhos em riscos

Há algum tempo apareceu na parte superior na conta AdSense uma faixa que alertava "Ganhos em risco" só de ler a frase no início já causa um certo desconserto, pois ninguém quer ter seus ganhos em risco, certo? Mas, não há nada para se preocupar e nem temer, a solução é muito simples e vou te passar um passo a passo certeiro para acabar e resolver isso. Vamos juntos?

Ok! Antes de tudo vale lembrar que essas mensagens surgiram apenas para alertar aos Afiliados do Programa AdSense que em seus blogs/sites há um campo que falta preencher. Não é exatamente que seus ganhos estão prejudicados e que você pode acabar com tudo porque nunca vai ganhar dinheiro com os anúncios e pode desistir dessa ideia. Calma! Keep calm and relax!

Não é nada disso, nada de pânico, a expressão "ganhos em risco" está cumprindo o papel de chamar a sua atenção como disse, é só um alerta de que há um campo que precisa ser preenchido, uma vez preenchido, pronto! Problema resolvido! E eu vou te ensinar como preencher e resolver o problema. Vem cá que eu te mostro!

O que é o arquivo Ads.txt e para que ele serve?


O arquivo Ads.txt, trata-se apenas de um código alfanumérico que você precisa inserir no seu blog em um campo que você vai ativar e preencher. E ele serve para um controle dos anunciantes que utilizam seu blog para exibir seus anúncios.   

Em 2017 foi criado o arquivo Ads.txt, pelo IAB TechLab, um laboratório de tecnologia que desenvolveu esse arquivo afim de dar mais transparência aos anunciantes sobre em quais espaços estão sendo exibidos os anúncios. Entendeu? De um modo geral é para que os anunciantes possam ver que os anúncios deles estão no seu blog e se o seu blog não tiver o código desse arquivo Ads.txt eles não poderão ver.

O Google AdSense ainda adverte que não é obrigatório o uso desse arquivo Ads.txt em seu blog, entretanto, é altamente recomendável que você o use, pois os anunciantes poderão fazer lances maiores, logo, você pode ganhar mais, é então, aí que seus ganhos estão em risco. Capitche?! Então vamos aprender! 

Como inserir o arquivo Ads.txt no meu blog?

  
É muito fácil e rápido, o AdSense disponibiliza o arquivo, ou código, de duas maneiras, mas o caminho de inserir no seu blog é um só. Eu vou mostrar os dois jeitos.

1. Sem baixar o arquivo 

Alguns blogs não precisam baixar nada, somente copiar. Faça assim: Clique em Sites no menu do lado esquerdo, então você verá a tela que lhe dará as orientações sobre o uso do arquivo, apenas copie o código para então colar no seu blog. Veja:


Ganhos em risco do AdSense
  

2. Baixando o arquivo.

Em outros casos, como foi no meu, você terá que baixar o arquivo que contém o código, isso não é problema, você segue o mesmo passo, clique em Sites e depois em Download, o arquivo que será baixado é um bloco de notas e código estará dentro dele.


Ganhos em riscos do Adsense

3. Colando o código no blog

Agora que conseguiu o código, de uma maneira ou de outra é só colar no seu blog e o caminho é, clique primeiro em Configurações, depois em Preferências de Pesquisas, no final da página veja o campo Monetização e clique em Editar, lá você clicará em Sim (para ativar a caixa de texto) e então é só colar o código dentro da caixa de texto e salve as alterações.

Ganhos em riscos do Adsense

Pronto! É somente isso, em alguns dias você notará que a mensagem de alerta sairá da sua conta no Google Adsense. Viu como é simples? 

Tem mais coisas legais para você aqui no blog sobre Google Adsense, veja:

Além disso, há muito mais dicas bem bacana espalhadas pelo blog.
Enjoy!

Ficou com dúvidas? Gostaria de interagir?
Use a caixa de comentários logo abaixo!

Ajude o blog e esse conteúdo alcançar mais pessoas! 

Top 10 dicas de SEO que os robots dos buscadores vão buscar no blog

12/06/2019

Os buscadores vão buscar essas 10 dicas de SEO no blog

Trabalhar com técnicas de SEO é a chave do sucesso para qualquer blog. Não adianta nadica de nada ter um blog bom e bonito, cheio de postagens importantes se ninguém lê, ninguém o encontra, ninguém visita, melhor seria se fosse um blog privado, mas no caso de um blog público onde o blogueiro quer e se interessa em ser encontrado pelos robots dos buscadores então ele precisa muito aplicar as técnicas de SEO em suas postagens.

Neste artigo separei as Top 10 dicas de SEO que os robots dos buscadores vão buscar no seu blog em frações de segundo quando alguém faz uma pesquisa no navegador, se você estiver com suas postagens organizadas do jeitinho que os robots leem há grandes chances de você ser encontrado e o seu blog aparecer nas lista dos buscadores. Vamos ver as 10 dicas?

1. Títulos envolventes


O post começa literalmente pelo título, ele cumpre a função de captar a atenção e o primeiro interesse do leitor em consumir todo o conteúdo que vem depois. Ele precisa ser envolvente para o visitante e também necessita agradar os robots dos buscadores

▪ Ser direto e certeiro

▪ Não muito longo
▪ Muito menos curto demais
▪ Transmitir a verdade 

2. Uso de intertítulos


Intertítulos são os subtítulos e títulos secundários que devem estar diretamente ligados ao conteúdo que você está escrevendo. No caso dessa postagem cada uma das 10 dicas é um subtítulo. Além de deixar o texto mais bonito e atrativo visualmente eles fazem parte de toda a estrutura das Tags de cabeçalhos e são elas que vão chamar a atenção dos robots dos buscadores.

▪ Seguir a hierarquia da estrutura textual
▪ Ter ligação de direta com o texto  

3. Palavras chaves 


As palavras chaves são demasiadamente importante, portanto precisam ser cuidadosamente pesquisadas, estudadas e distribuídas ao longo de todo o texto, em especial:

▪ No título (se possível nos intertiulos)
▪ No link personalizado
▪ Na descrição da pesquisa
▪ No primeiro parágrafo (e nos demais se for possível) 

4. Permalink personalizado 


O link permanente é a palavra propriamente dita, permanente, nunca e jamais se altera, mas pode e deve ser personalizado na hora da criação do post. Ele é o endereço da postagem, é lá que os robots vão primeiro buscar, no endereço e se encontrarem a palavra chave e ligação no título (e intertítulos) e no texto em geral, adivinha? Bingo!

▪ Conter a palavra chave
▪ No máximo de 40 caracteres


5. Qualidade da escrita


A qualidade da escrita não é menos relevante do que os outros tópicos, de jeito nenhum, ela é tão importante quanto. Eu não me refiro apenas ao erros de português, mas a toda a qualidade que a escrita precisa. Esqueça aquela falácia de que blogs são informais e não necessitam de norma culta, embora cada blogueiro tem um estilo próprio de escrever. Seu texto precisa:

▪ Ser coerente
▪ Ter sentido para os robots dos buscadores
▪ Ser envolvente para o visitante/leitor

Indicação super importante! 
A Escola Virtual - Fundação Bradesco dispõe de três cursos maravilhosos para quem se interessa em aprender a escrever melhor e tudo de graça. Os cursos são: Língua Portuguesa sem complicação, Técnica de redação e Comunicação escrita, clique, escolha e bons estudos!


6. Conteúdo relevante


O conteúdo é a base de toda a captação de SEO, primeiro porque o buscador só vai atender ao que o internauta estiver de fato buscando, se ele se interessa por assunto X é esse assunto X que os buscadores vão mostrar. Porém a busca por conteúdo relevante é infinitamente maior, mas o que é um conteúdo relevante?

▪ Que esclarece dúvidas
▪ Serve de apoio, auxílio, ajuda.


7. Imagens otimizadas.


As imagens, pode e devem ser bonitas, limpas, leves e chamativas para captação da atenção do leitor, mas os robots dos buscadores não enxergam a beleza das imagens, eles buscam por textos, é por isso que toda imagem inserida na postagem do seu blog precisa:

▪ Ser renomeada de acordo com o assunto do post
▪ Possuir palavra chave no nome da imagem
▪ Ter descrição na propriedade da imagem


8. Links internos


Os buscadores adoram quando percebem que seu post tem conteúdo relacionado ao assunto que você está tratando, isso é quando você insere links internos, links que vão para outra postagem no seu próprio blog e que pode ser de interesse do seu visitante, portanto:

▪ Espalhe ao longo do texto links internos
▪ 2 ou 3 links de conteúdo relacionado
▪ Ou um convite para um conteúdo não diretamente relacionado mas que pode interessar 


9. Links externos


De igual forma os robots de buscadores também se interessam quando você insere um link externo na sua postagem, isso diz ao leitor que você recomenda tal link porque agrega ou complementa mais o assunto que você está tratando, 

▪ Complementa seu conteúdo
▪ Vai servir de auxílio e finalizar o conteúdo do post
▪ Não se esqueça de direcionar o link para abrir em outra aba no navegar
 

10. Prática contínua  


Todas essas Top 10 dicas de SEO não farão milagres apenas em uma postagem, trata-se de uma prática contínua para todas as postagens. Se você ainda não começou trabalhar nenhuma dessa dicas para que os robots dos buscadores encontrem seu post, comece já, não deixe isso de fora, caso contrário você ficará escrevendo para o vento. 

A prática de técnicas para SEO é bem mais ampla do tudo isso, mas essa prática das top 10 dicas que acabamos de ver já é um grande começo, um passo enorme e um avanço certeiro para ser encontrado, repito, e deve ser contínua, isso nunca vai mudar. É a construção de tijolinhos um a um, uma hora resultará em uma bela mansão. Pode acreditar!

Super recomendo que continue a leitura em:
➔ Um blog de sucesso ou um blog de fracasso. Já pensou qual é o seu?
Posso alterar postagens antigas no blog? Uma boa orientação sobre

Pine o infográfico para lembrar sempre dessas top 10 dicas de SEO para ser encontrado pelo robots dos buscadores.


Guarde o infográfico


Ficou com dúvidas? Gostaria de interagir?
Use a caixa de comentários logo abaixo!

Ajude o blog e esse conteúdo alcançar mais pessoas! 

Ferramenta eficaz e gratuita para programar postagens nas redes sociais.

07/06/2019

Eu não posso dizer que sou muito adepta ou muito ativa nas redes sociais, para ser bem franca eu nem gosto muito do Facebook, nunca aprendi direito a desvendar o Instagram e posso afirmar que só uso essas redes por causa deste blog, tenho claro, minha Fanpage e o meu Instapage (aproveitando... me segue lá) e elas são a verdadeira razão pela qual eu movimento as contas nas redes sociais.

Só manter o blog atualizado não é suficiente, as redes sociais precisam ser bem movimentadas também. Seria muito útil ter uma espécie de ajuda online e fazer um gerenciamento de postagens nas redes sociais. E essa é a razão do post de hoje, vamos conhecer uma ferramenta muito eficaz e gratuita que tenho certeza que pode te ajudar na organização e frequência do envio de posts para as redes sociais.


Programe suas postagens nas redes sociais de graça

A verdade é que movimentar posts e ser ativa nas redes sociais não é um tarefa muito fácil, ao contrário, requer esforços e dedicação diariamente, é como ter uma extensão do blog funcionando com bastante frequência. Há no mínimo, três condições únicas e sem negociação para ser bem-sucedido nas redes sociais

▪ Ser constante
▪ Ter frequência
▪ Ser inovador

Então, não é você e não sou eu que vamos reclamar e teimar em não colocar as postagens do blog nas mídias sociais, certo? 


E se tivesse uma ferramenta gratuita para programar postagens nas redes sociais?


Seria ótimo ter em mãos, melhor dizendo, na rede, na internet uma ferramenta boa e eficaz que te ajudasse a programar as postagens nas redes sociais. Sim, há, essa ferramenta existe e o melhor de tudo é que é de graça e muito, muito eficaz! Vamos ver?

Eu me refiro ao Later.com, é o site que vai facilitar muito a sua vida, pois ele foi criado pensando em você que precisa postar frequentemente conteúdo do blog nas redes sociais e quase nunca arruma tempo para isso.

A ferramenta que programa postagens é realmente de graça?


Esse tipo de serviço não é tão novidade assim, foi detectada essa necessidade há tempos e surgiram muitos sites que prometem fazer o trabalho difícil e postar regularmente o que você projetar para que eles tenham frequências nas suas redes sociais, mas em geral os planos deste tipo de serviço não é tão barato.

No Later, a ferramenta que hoje apresento é gratuita, há é claro a versão paga, mas é uma versão para quem deseja uma frequência acirrada de postagens, ou para quem tem vários blogs, enfim é para o caso de um blog ou site realmente grande. Se o seu blog não é tão gigante assim e se você trabalha sozinha nele, está atarefada e acaba se perdendo ou esquecendo de postar seu conteúdo com frequência nas redes sociais, assim como eu, essa versão gratuita é bem completa e vai te atender bem, à princípio.

O que pode ser feito na versão gratuita?


Basicamente tudo o que se faz na versão paga, a grande diferença é que você terá um limite estipulado pelo site para fazer isso, mas ainda assim, é bem possível manter a tão sonhada frequência de posts publicados nas redes sociais e ver seu blog ganhando força e alcançando pessoas. Além disso, a versão gratuita só aceita programação de imagens, para vídeos terá que migrar para versão paga.  Vejamos mais:

1. Você pode cadastrar 4 redes para movimentar postagens.

As rede são, Facebook, Instagram, Pinterest e Twitter - não se preocupe são as quatro mais badaladas.

2. Você pode usar a programação de 1 post por dia.

Nas redes Facebook, Instagram e Pinterest você tem um saldo de 30 postagens e no Twitter de 50 postagens por mês, conforme você for usando este saldo vai diminuindo do seu banco, no mês seguinte as 30 postagens (50 para o Twitter) iniciam-se novamente, ou seja, poderá usar a ferramenta o mês inteiro deixando que ela faça o trabalho de uma postagem ao dia nas suas redes. Veja a minha programação deste blog para uma semana:

Later a ferramenta gratuita


Conselhos para usar de maneira eficaz a ferramenta.


Vale muito a pena usar a ferramenta, mas nem por isso pode ser usado de qualquer maneira, você terá que subir as belíssimas imagens prontas e muito bem trabalhadas para o site programar as postagens. Não abra mão de:

▪ Imagens otimizadas.
▪ Bons títulos. 
▪ Descrições envolventes

Nada disso mudou, o trabalho continua, as inspirações devem permanecer e cada vez tem de melhorar. Agora, com a diferença de que você reunirá tudo num só lugar e de graça para programar uma postagem ao dia. Isso vai movimentar bastante suas redes sociais e vai diminuir bastante seu trabalho.   

Leitura recomendada:

Essa ferramenta vai realmente facilitar as coisas para você. Enjoy! 

Ficou com dúvidas? Gostaria de interagir?
Use a caixa de comentários logo abaixo!

Ajude o blog e esse conteúdo alcançar mais pessoas!

Como posso melhorar postagens antigas publicadas no Blog?

04/06/2019

Eu estou fazendo uma série de mudanças no blog, estou decidida a fazer meu blog trabalhar ao meu favor e isso implica muito em modificar algumas coisas por aqui, dentre elas, postagens antigas já publicadas. Tomarei o cuidado, é claro, de não ferir 2 princípios, o primeiro, a essência da postagem e o segundo, os mecanismos de busca. Quer ver o que eu andei aprontando? Vamos lá, vou te mostrar tudinho!


O que pode ser alterado em postagens antigas do seu blog


Esse post é uma continuação de um bate papo sobre esse assunto que publiquei fazendo uma orientação bem completa do que pode e o que não pode ser aletrado em uma postagem que já foi publicada, se você chegou aqui por acaso, recomendo fortemente que leia Posso alterar postagens antigas já publicadas no blog? Lá você encontrará toda a orientação técnica sobre o assunto e nesta postagem trarei o passo a passo do que eu própria fiz, alterando uma postagem antiga minha.

Vamos só reforçar o que não pode ser modificado.


Tenha em mente que o que você deseja é fazer uma alteração para melhoria da postagem que foi publicada e por ventura faltou algo. Você não pode e não deve ferir os dois princípios mencionados acima, vejamos:

➔ O que é a essência da postagem?

A essência é exatamente a pauta e por qual razão o post foi criado e isso não muda, por exemplo, você decidiu que vai promover um curso que ensina a fazer e vender bolos caseiros, tudo bem, mas não venha depois modificar uma postagem antiga que fala sobre "organização para trabalhar em casa" acrescentando nela uma receita de bolo para que você possa introduzir o curso que está promovendo. Percebe que os assuntos não tem semelhança?

A postagem foi criada com a pauta de discutir pontos de organização para quem vai trabalhar em casa. A venda de bolos é uma forma de trabalhar em casa, mas uma receita de bolo não cabe em nenhum ponto de organização. Capiche?!

➔ Os mecanismo de buscas:

De jeito algum se aproxime dos pontos que regem os mecanismos de buscas, lembre-se: url (o endereço), o título da postagem, os intertítulos, as palavras-chaves não podem sofrer alterações, do contrário, você irá confundir os robots, eles não vão encontrar o caminho que já haviam traçado para aquela postagem.

Vamos ver a minha postagem que modifiquei e melhorei.


Trata-se do terceiro post que eu fiz para este blog, bem lá do comecinho, ainda início de tudo, é um post que traz para o leitor 13 banco de imagens gratuita, esse é exatamente o título, se eu fosse criar essa postagem hoje, de jeito nenhum, usaria esse título, ele está incompleto, eu usaria, por exemplo:

▪ 13 banco que disponibilizam imagens gratuitamente. 
▪ Encontre a imagem perfeita e de graça em 13 banco de imagens.
▪ Conheça 13 banco de imagens gratuita e escolha sua.   

A diferença é estupidamente notória! Mas, já vimos que título do post não pode mudar, então o mantive, claro!

➔ Modifiquei a primeira imagem.

Não era algo que eu não pretendia fazer, só fiz porque a imagem anterior tinha o endereço antigo do blog, que foi extinto e não existe mais, se alguém digitar no navegador não será redirecionado para cá.

➤ Falo muito disso: O blog de nome a cara nova  

Aproveitei e usei uma imagem bem mais leve e compactada e que não sobrecarrega o blog, a anterior não tinha esse tratamento.

Veja o antes e o depois:

➔ Modifiquei a introdução do texto.

Estava completamente sem coerência, não falava nada com nada (Me dá um desconto? Terceiro post, vai!) Fui lá e reescrevi, melhorei bastante. Veja:


➔ Modifiquei a descrição da pesquisa.

A descrição da pesquisa deve ser um texto curto que entrega ao leitor um resumo do que ele vai encontrar no post. Na época que criei a postagem que estamos modificando eu não sabia disso e fiz uma descrição qualquer, na verdade peguei só um trecho do texto, e não cumpria o papel da descrição de fato. Chegou a hora de arrumar. Veja:



Observação: Cuidado ao mexer na descrição de pesquisa, não retire a palavras chaves que deve conter nela, nesse caso é banco de imagens

E foram essas as alterações. A essência/pauta do post foi mantida, pois ele entrega ao leitor exatamente o que o título diz, não coloquei nada fora do comum. Também não cheguei perto de nada que poderia confundir os robots de busca da Google.  

Porque decidi alterar/melhorar essa postagem antiga?


Banco de imagem é uma assunto que chamamos de evergreen, um assunto que não sai de moda tão fácil, pessoas buscam por onde encontrar imagens gratuita o tempo todo. Vamos imaginar que eu decida criar uma nova postagem sobre banco de imagens, já que surgiram outros bancos seria ótimo atualizar esse tema, então ter uma postagem antiga relacionada diretamente do mesmo assunto é excelente para SEO, principalmente se a nova postagem conseguir direcionar leitores para a postagem antiga através de link interno.

Fazer com que o leitor permaneça no blog lendo postagens atuais e lendo postagens antigas, quanto mais antigas ainda melhor, é uma maneira eficaz de diminuir a taxa de rejeição no Google Analytics. Partindo desse princípio, não é bom que ao chegar na postagem antiga o leitor encontre um conteúdo de "meia tigela" certo? O ideal é que seja conteúdo bom para engajar e satisfazer o leitor.

Chega de bagunça! Vamos arrumar a casa?


Ficou com dúvidas? Gostaria de interagir?
Use a caixa de comentários logo abaixo!

Ajude o blog e esse conteúdo alcançar mais pessoas

O dia que eu me apaixonei por outra mulher

31/05/2019


Passando aqui para deixar o meu registro que sim é possível apaixonar-se loucamente por uma pessoa do mesmo sexo. É inteiramente normal e totalmente curioso a maneira como a gente se envolve e se encanta, isso aconteceu comigo! Eu me apaixonei por outra mulher, me encontrei perdidamente apaixonada por outra mulher.

Se você já me conhece, está lendo e não está entendendo bem o que estou dizendo, acalme-se, vou te explicar melhor. Meses atrás eu escrevi uma postagem onde me declarei estar apaixonada por outro homem e dessa vez eu decidi repercutir o mesmo tema.

➔ Confere minha declaração de amor: O dia que eu me apaixonei por outro homem

Se você se ligou no assunto, eu estou me referindo ao amor que sinto por meus filhos, o dia que eu me apaixonei por outro homem foi o dia que me tornei mãe do meu primogênito e dois anos depois, das mesma forma e razão chegou o dia que me apaixonei por outra mulher, o dia que eu dei a luz a minha princesa caçula. Hoje, faz 5 anos desse episódio lindo da minha vida.

Eu estava amedrontada mais uma vez, prestes a ser mamãe novamente e certamente eu já sabia o quanto seria trabalhoso cuidar de dois bebês, um já foi suficiente para mudar bastante a minha rotina, dois seria então a mudança por completo só que dessa vez não sentia desespero algum, sentia-me ansiosa pela chegada da princesa, mas estava tranquila e buscava me centralizar na beleza que é ser mãe.

Ao chegarmos da maternidade, a agitação chegou junto, o bebê mais velho não entendia nada a razão de ter vindo um bebê mais novo dividir com ele o seu espaço e atenção. É claro que os surtos de ciúmes veio com força total. Era uma choradeira sem fim! O Talles  chorava enciumado querendo toda a atenção, a Helô chorava querendo mamar e eu chorava junto e mais alto do que os dois sem saber qual eu atendia primeiro.

A fase da choradeira não perpetuou, logo enfraqueceu e deu lugar a aceitação aos encantos que um bebê naturalmente é capaz de fazer render quem estar por perto. Ahhh aqueles risinhos, aquelas gracinhas e o modo como tão depressa o irmãozinho a acolheu. Ela era tão doce, tão serena, era uma bebezinha dorminhoca e não dava trabalho algum no período noturno, tão diferente do irmão que sempre me arrancava horas e horas de sono nas madrugadas a fio. #mimata 

Heloísa, nossa princesa, doce e meiga, você é a dose certa e veio para completar a alegria da nossa família. não seríamos tão completos sem você. É por isso que eu me apaixonei perdidamente no dia que você nasceu e rendida estarei para sempre com os seus encantos, torcendo desejosamente, confiando e orando para que você tenha o melhor e as mais preciosas bênçãos de Deus.    

Veja mais sobre a pequena arteira Helô, mulher por quem me apaixonei.
Parabéns para minha princesa

Perdi um sofá inteiro por causa de um "bulaquinho" que ela fez no sofá, usei o material sintético para fazer meias com solado, conheça a história e veja o passo a passo.
➔ Diy meias com solado 

Um feliz, feliz aniversário para a Helô e um grande abraço para você!
Beijos e até a próxima.  

Criando seu próprio site usando o Google Sites gratuito - Primeiro recursos.

28/05/2019


Já discutimos bem sobre ter um site para uma apresentação virtual do seu negócio ou projeto na internet é demasiadamente importante e você está convencido de que vai fazer seu próprio site, afinal não é nenhum bicho de sete cabeças, muito pelo contrário, é tudo simples e intuitivo, estou me referindo, é claro, da ferramenta Google Sites que além de tudo é de graça e hoje vou mostrar o passo a passo ilustrado

Cada vez mais pessoas estão optando pelo Google Sites, principalmente pela facilidade de mexer nas ferramentas, isso que você vai conferir. O que vamos trabalhar são os primeiros recursos do Google Sites, o básico de como chegar até a a plataforma do Google Sites e começar criando seu próprio site desde o início até o assunto de publicar. É tudo tão fácil, simples, descomplicado, você verá pelas imagens que segue no post. Vamos começar?


Como chegar até a plataforma do Google Sites.


Se você tem uma conta na Google, se tem um G-mail, pronto, tem em suas mãos um leque enorme de serviços da Google, a maior empresa já vista na internet. Entre todos os serviços sensacionais que ela nos oferece, temos o Google Sites que é o que vamos aprender, por ora. Se você não tem uma conta Google, por favor, faça-o, impossível continuar sem para os recursos que vamos utilizar.

Mas partindo do princípio que você é usuário de uma conta Google, faça assim: Digite no campo buscador da Google a palavra Google Sites, vai aparecer na primeira opção, é importante que você esteja logado em sua conta. Pronto, chegou lá? Você verá essa tela:




Passo a passo dos primeiros recursos do Google Sites



Após clicar no botão, você irá para essa tela, observe que a própria plataforma te convida a fazer um tour para que você tenha o mínimo de noção do que ela te oferece. Faça o tour, se desejar! Nós vamos passear pelos botões do lado direito, um a um, são fáceis demais, não se preocupe.



Vamos começar dando um título a sua página, isso é opcional, se você quiser dê o título que te agrada, é só clicar na caixa de texto e escrever. Você tem a opção de colocar um banner ao invés do título e foi por essa opção que eu me inclinei, acho que o site fica mais chamativo.



Veja só esses botões, o tipo de cabeçalho define o tamanho do seu banner, pequeno, médio e grande. O ideal é orientar-se pelo tamanho da imagem adequada de cada formato de banner, eu até pesquisei, fui atrás disso para deixar aqui no post a informação completa, mas não encontrei as medidas de cada banner. Essa imagem do meu site mede 2600 x 1300 px. 

Nos menus vertical e horizontal do lado direito estão todas as ferramentas de construção do seu site e são nelas que vamos mexer. A começar pelas ferramentas de layouts que te dão uma visão prévia de como pode ser que ficará seu site, veja e escolha a sua.



Na primeira opção do menu, a aba Inserir, você pode escrever textos, colocar imagens, puxar arquivos do Google Drive e incorporar um link para partilhar uma outra página ou redirecionar para outro site. É tudo muito intuitivo e de fácil manuseio, veja:


   
Agora, vamos adicionar as páginas do seu site. Nos botões lado direito, parte superior, vamos começar pela segunda opção, clique em página e depois passe o mouse pelo botão (+) e veja que ele te dá duas opções para criar uma pagina. Nós vamos usar a opção "nova página".



Recomenda-se em um site no mínimo três páginas: Página inicial, Sobre e Contatos. No nosso site, por exemplo, trata de assuntos referente a importância da criança em fase de aprendizagem escolar fazer lições em casa com a supervisão de um adulto, então criei uma página chamada: Mamãe me ensina.



Você pode criar uma página e direcionar para um link, isso levará quem clica para o endereço do link, é uma boa maneira de levar alguém para um produto que esteja promovendo, por exemplo. Para isso, usa-se bastante as chamadas para ação, vejamos: Saiba mais, Inscreva-se, Mais informações, Não perca... chamadas assim que levem um interessado em saber mais à clicar e ele será direcionado para o endereço que você colocar. No meu exemplo, coloquei para virem aqui no meu blog, inclusive nesta série. Legal não é?



Lá de volta nos botões de cima, no menu lateral, clique na terceira opção, em Temas. É aqui que nós escolhemos o tema, experimente as opções, veja a que mais te agrada. 


E assim vamos construindo o nosso site, facilmente, sem crise e sem gastar nadinha, é só ter paciência que ele vai sendo moldado a cada ferramenta que você for mexendo ele vai salvando suas ultimas atualizações. Há uns botões bem no topo que você pode retornar desfazendo a ultima alteração e refazer a ultima alteração também, pode visualizar sua obra prima e pode até compartilhar com alguém e chamar esse alguém para te ajudar nessa construção. Que demais!   


Ao clicar em visualizar, você vi conferindo em tempo real como está ficando a sua obra a qualquer tempo da sua criação, e o melhor, tudo já é responsivo, os modelos já vem prontos para se adequar ao tamanho do dispositivo onde estiver navegando, computador, celular ou tablet. Isso é sem sombra de dúvidas sensacional!! Olha o modelinho do site visto por um celular:



E é somente isso, os primeiros recursos, sem nada para temer, você precisa reunir bem as informações, caprichar nas imagens, ir mexendo, arrastando, produzindo e criando. O site está pronto? Bem elaborado, imagens limpas, bonitas e chamativas? Caprichou nos textos, os escreveu bem, sem poupar esforços? Revise tudo, seja minucioso, ok?

Então vamos publicar! Mas isso será o assunto para a próxima postagem desse série, para não cansar você. No veremos em breve, tá? Vá mexendo por aí, fazendo seus ajustes, criando seu próprio site usando o Google Sites, vendo e revendo como está ficando a lindeza criada por suas mãos. Depois de pronto, dá um orgulho.  

Veja esse site que estamos usando como exemplo:
Lição em casa no Projeto Mamãe me ensina

Nele você consegue baixar apostilas gratuitas que serve como material de apoio para reforço escolar de crianças em fase de aprendizagem da séries iniciais do ensino fundamental.

Confira a série como criar um site de graça por inteiro:
Aprenda a diferença entre site e blog de uma vez por todas
A importância de ter um site - Saiba tudo sobre o Google Sites

E veja também um artigo que pode complementar bastante esse estudo com especialistas em marketing de conteúdo.
Como criar um site: o que você precisa saber para fazer o seu.

Nos vemos na continuação da série.
Beijos e até lá.


Ficou com dúvidas? Gostaria de interagir?
Use a caixa de comentários logo abaixo!

Ajude o blog e esse conteúdo alcançar mais pessoas!
  


Topo