A importância de ter um site - Saiba tudo sobre o Google Sites gratuito.

4/22/2019

A importância de ter um site, conheça o Google Sites

Há um tempo atrás, em minhas andanças pela internet eu quis ter um site, eu não tenho nenhum negócio físico, comércio ou prestação de serviço, nada disso. Inicialmente eu precisava do conhecido mini site, a intenção era apenas demonstrar umas apostilas que eu própria criara. Vou te contar rapidamente sobre isso e tudo tem a ver com essa postagem. Quer? Então bora!

Eu já falei aqui no blog que eu já fui professora de crianças pequenas, tenho o antigo curso de magistério e dei aulas para a educação infantil por 4 anos. Passa o tempo e eu mudei por completo o destino da minha profissão. Naquela época, eu estava em casa cuidando do meu bebê e desenvolvi um plano de dar aulas de reforço em casa para crianças com dificuldades na aprendizagem e rotina escolar. Foi algo que pensei com a intenção de fazer um rendimento extra.

Então, montei uma pequena sala equipada, toda bonitinha e fofa, pintei as paredes, espalhei cartazes com ilustrações pedagógicas, comprei mesas e cadeiras, caprichei em tudo o que eu pude, inclusive no material didático próprio. Sim, isso mesmo eu criei um material que eu usava para ajudar as crianças no reforço escolar. Era um material muito bom, reforçava bem a leitura, escrita e cálculos nas seres iniciais do ensino fundamental. 

Mas, nesse meio tempo eu engravidei novamente e não pude concluir o projeto, precisei paralisar, tinha dois bebês para cuidar e foi impossível conciliar as aulas de reforços com tantas fraldas e mamadeiras na rotina. Hoje, esses bebês estão bem grandinhos, amores meu!

Então, tempos atrás me veio a ideia de retomar o material, revisá-lo e tentar vendê-lo como um infoproduto, um produto digital, desses que são vendidos em plataformas como Hotmart, Monetizze e outras. E foi então que eu precisei de um site, para divulgação deste material. Agora chega a parte importante. Vamos adentrá-la!


Onde posso fazer um site totalmente de graça?



Há um leque de opção para isso e é incrível como aumenta todos os dias plataformas que oferecem serviço gratuito na criação de sites. Compreensível, pois quem não aparece não é lembrado e não cresce. Temos o Webnode, BigCommerce, Weebly, Yola, a lista é realmente grande e eu não vou me aprofundar nela. Os mais conhecidos e mais procurados são o WordPress e o Wix. 

Todos oferecem um serviço muito bom por sinal e também um serviço gratuito, desde que você não se importe em ficar limitado, pois os recursos são reduzidos e isso impacta diretamente no desenvolvimento do seu site até que você se convença a custear o serviço, que é o que eles realmente estão oferecendo.

Mas, calma, há solução para quase tudo na vida e o que não tem remédio, remediado está. Vejamos o que pode ser feito, tenho certeza de que você vai gostar. Você já ouviu falar no Google Sites? Talvez sim, talvez não, de qualquer forma...

Conheça melhor e não menospreze o Google Sites

Conheça melhor e não menospreze o Google Sites gratuito.


Não é de hoje que o Google Sites existe, muito pelo contrário, já está no ar há tempos, quem o conhece e utiliza de seus serviços tem nas mãos uma grande ferramenta. Ele é a plataforma gratuita da empresa Google para você criar seu site e sim é sem nenhuma enrolação, você faz a hospedagem totalmente de graça, não com recursos reduzidos ou limitados para te convencer a migrar para uma versão paga, essa versão gratuita é suficiente e atende super bem, os recursos são ótimos, tudo muito bem elaborado.

Já imaginou isso? Um lugar que não te cobrará absolutamente nada para hospedar seu site, sem mencionar nenhuma dessas plataformas acima. Esse lugar é na própria Google. A ideia da plataforma é exatamente como o Blogger, só que ao invés de um blog, um site, você terá seu site totalmente de graça em uma plataforma da Google. Aqui, este blog que vos fala é fruto do Blogger e eu não tenho do que reclamar, toda a ladainha de "aainn mas o seu blog é no blogger?" nunca me atingiu.

O Blogger é uma plataforma incrível para hospedar um blog e pode ter certeza que o Google Sites é ainda melhor, não menospreze este maravilhoso serviço totalmente de graça que a Google entrega de presente para você. O Google Sites é a plataforma perfeita para quem quer um site para expor seu produto, seu serviço ou seu projeto na internet e de graça.

Pode interessar a leitura: Aprender a diferença entre site e blog de uma vez por todas.


Saiba mais sobre o Google Sites gratuito.


A plataforma do Google Sites está linda, totalmente intuitiva, de uma facilidade incrível, em um clique de suas mãos. Você pode arrastar e mover as coisas de um lugar para o outro, a forma de inserir os textos, imagens, vídeos e muito mais opções é realmente fácil. O cabeçalho, as páginas, a escolha do layout, do tema de tudo está visível e não tem como você se perder.

Veja só uma listagem de tudo o que a Plataforma Google Sites oferece e não sou eu quem estou dizendo, mas a própria Google em sua página de suporte.
Suporte de ajuda do Google Sites
Viu só? Dá para fazer muita coisa bacana e deixar seu site lindo, atrativo, rentável e lucrativo. Pode usar para divulgar qualquer produto, digital ou físico, muito apropriado para quem está começando e não pensa ou não pode gastar dinheiro com hospedagem. 

A primeira ideia que eu tive do meu site, essa que expliquei no lá em cima, no início da postagem, eu não mantive, não estou usando o meu site para vender as apostilas que eu criei, depois de muito pensar eu percebi que elas podem ser compartilhadas gratuitamente e assim estou fazendo. Se você tem ou conhece criança em fase escolar que necessita de auxílio e reforço, precisa de um material de apoio, ou ficou curioso e quer saber mais sobre essas apostilas, vou deixar o link do site. 

Conheça Lição em casa, você pode visitar e adquiri as apostilas de graça.

Esse é o início de uma série aqui no blog, vou te mostrar um passo a passo incrível, certinho e detalhado de como criar um site usando o Google Sites, exatamente como eu fiz, você vai perceber toda a facilidade da plataforma.    

Vamos juntos? 
Que honra a minha.




Delicioso feijão branco com linguiça e bacon

4/10/2019

Delicioso Feijão branco com linguiça e bacon

A receita de hoje, deliciosa e suculenta, deixa claro que é uma das preferências gastronômicas nacional e está presente na cozinha e na mesa dos brasileiros desde as primícias, além é claro de ser um alimento nutritivo e saudável e com uma variedade incrível, cerca de 15 tipos diferentes, entre esses, o feijão branco que é o que me delicio e trago hoje no blog. 

Aprendi a fazer essa receita de feijão branco com linguiça e bacon há pouco tempo e já estava mais do que na hora, após tantos anos de casada, especificamente 11 anos, (credita? rsrs). Claro que é sem segredo, só é preciso duas coisas, os ingredientes e fazer, o que me faltava era só a segunda, o fazer.

Devo admitir que não sou aquela cozinheira de mão cheia, mas tenho me esforçado um pouco mais de uns tempos para cá e estou chegando à bons resultados... marido fica tão feliz!  Mas, vamos pular essa minha fase de mal jeito na cozinha e vamos direto para a receita de feijão branco com linguiça e bacon que tá deliciosa de encher a boca d'água.

Os ingredientes:

1 kg de feijão branco
3 gomos de linguiça calabresa defumada
2 cebolas cortadas em cubinhos
300 gr de bacon 
Salsinha e cebolinha
Alho, óleo, orégano, louro e sal a gosto

Modo de preparo:

Deixe o feijão de molho em uma vasilha por no mínimo duas horas.
Na panela de pressão coloque para fritar primeiro o bacon, depois o alho com a cebola em cubinhos até que estejam bem dourados. Em seguida acrescente a linguiça cortada em rodelas finas, mexa bem e coloque o orégano e louro a gosto e uma pitada de sal, muito cuidado com o acréscimo do sal, pois o bacon e a linguiça já são salgados. 

Depois que esses ingredientes estiverem dourados, coloque o feijão para incorporar, mexa bem e depois cubra com água morna, a água deve cobrir tudo em uma medida de uns 2 dois dedos acima da borda dos ingredientes dentro da panela. O tempo de cozinhar é de 40 minutos após pegar pressão. O cheiro vai inundar a sua cozinha e te deixar entontecer de água na boca.     

Depois de cozido, abra a panela, verifique a textura do caldo, não deve estar ralo. Acrescente a salsinha e a cebolinha, deixe ainda no fogo baixo por mais 5 minutos até que esses últimos ingredientes estejam incorporados ao prato. Sirva quente. Delicie-se! 


Delicioso Feijão branco com linguiça e bacon

Só de olhar essas fotos a sensação é que o cheiro exala pelas narinas, e enche de água o paladar, super me convidando para comer. Não resisto!
A receita de feijão branco com linguiça e bacon é um dos pratos mais deliciosos que eu amo fazer e faço com frequência desde que aprendi. Na próxima vou arriscar fazer uma feijoada, (hummm revirando os olhos aqui rsrs) e com certeza trago para o blog.

Delicioso Feijão branco com linguiça e bacon

Saborosíssimo! Exageradamente delicioso, eu amo de paixão meu feijão branco com linguiça e bacon. Faça o seu e não esquece de me convidar para experimentar.  



Uma não despedida que não permite fechar a porta

4/05/2019

Uma não despedida que não permite fechar a porta

Certa vez, uma amiga da faculdade estava a ponto de largar os treinos que vinha fazendo há anos com um time de vôlei da sua vizinhança. Era um time especial e ela jogou com as meninas por anos a fio e não era fácil largar tudo assim sem cerimônia alguma.

Então, essa amiga minha, procurou-me e pediu-me um favor, segundo ela, gostaria de sair do time sem fechar a porta de maneira que algum dia diante de uma oportunidade pudesse retornar. Ela não queria brigas, ao contrário disso, queria deixar claro às meninas que tudo foi muito bom enquanto durou, mas não duraria mais daquele momento em diante. 

Nada acontece sem nenhuma razão específica, é claro que há um motivo para tudo o que decidimos fazer. Mas, o motivo ao certo da partida dessa minha amiga do seu time de vôlei, ela não me detalhou, poupou-me disso, talvez por não ser relevante ao meu conhecimento. Eu seguirei seu exemplo quanto a isso.

O fato é que ela pediu minha ajuda para bolar um texto ou pensar em alguma coisa que fizesse com que a sua despedida fosse vista de um jeito bem-humorado, assim trazendo as pessoas ao riso seria mais fácil passar a verdadeira mensagem que ela queria, uma não despedida que não permite fechar a porta.

Em primeiro lugar, pensei, eu não sou do tipo palhacinha que sai causando risos a toa nas pessoas, como ela pôde pensar em mim para tal façanha? Hahaha a verdade é que somos amigas há anos e ela me conhece muito bem, eu já lhe arranquei muitas gargalhadas e ela já me causou dores na barriga de tanto rir. Então, eu não seria tão convincente se recusasse o tal "serviço".

Em segundo, ela me disse que não era tão criativa ao ponto de fazer isso sozinha, por isso estava me pedindo ajuda. Nesse momento eu me interessei totalmente pelo caso e naturalmente quando me vem o interesse vem junto a tal criatividade. Eu sabia que a inspiração estava ali aguçando sair de algum lugar e disse a Mi, minha amiga, que pensaria em algo e mais tarde nos falaríamos.

Fui em busca de como desenvolveria algo do tipo e foi aí que eu "dei um google". (Desculpe Mi, se você pensou que eu não fizesse isso...) Mas, não encontrei nada que satisfizesse minha inspiração, todo lugar só me apontava para despedidas de solteiros com histórias bizarras, do tipo que o noivo engravidou a streeper e o casamento teve um fim nove meses depois. Gente, como assim? Isso é engraçado? Senhor!

Acabei não desenvolvendo algo voltado exatamente para um lado humorístico, mas trouxe uma reflexão através de um texto que atendeu ao que minha amiga pediu-me. E decidi colocar o texto aqui no blog porque gostei da história da Mi, seu time e sua não despedida que não permite fechar a porta.

Querem ver? Vou compartilhar com vocês!

História de alguém que precisou desperdir-se sem deixar que a porta feche ao sair.

Estávamos, a solteirisse e eu tomando uma bira no bar do Bira, como de costume sempre nos divertimos lá naquele bar. Anos juntos, anos bons, anos maus e sempre convivemos sem nos largarmos de jeito algum. Acontece que a vida acontece para todo mundo e todo mundo que vive, vive com acontecimentos para dentro da vida. Ora somam, ora multiplicam, oram dividem e ora subtraem. Foi ruim de acreditar, mas eu tive que subtrair a solterisse da minha rotina.

Ela super me entendeu, e chegado o momento de irmos embora lá daquele bar que tanto nos divertiu, eu olhei pra solteirisse, a solteirisse olhou-me firmemente, ambos nos olhamos e nos abraçamos, quase que chorosos.
  
Enquanto ela, a solteirisse, disse: foi um prazer, se cuida e nos vemos por aí. Eu não disse nada, apenas penetrei-lhe os olhos com os meus e, em silêncio, saí. 

Como uma despedida só é oficial quando verbalizada, segue-se que eu não me despedi. 
E assim ocorreu por intenção premeditada minha, já que só encontra o casamento quem perdeu o juízo e mais valem dois pássaros voando do que um na gaiola. 

Como o tópico pede despedidas, e não não-despedidas, quero que entendam que o autor desconhecido dessa história sou eu, vocês são a minha solterisse, e o bar do Bira são os nosso treinos. 

Vou precisar deixá-los mas sem me despedir, sem fechar a porta. Compreendem?? 

De autor desconhecido, 
adaptado por Jackeline Fernandes 


Fica aqui, a dica para alguém que quer sair de algum lugar ou de alguém e quer deixar migalhas no caminho caso tenha que retornar, uma não despedida que não permite fechar a porta.

Um beijo todo especial para Míriam, amiga loka da faculdade.





   

Aprenda a diferença entre site e blog de uma vez por todas

4/02/2019

Qual a diferença entre site e blog?

Eu tenho um blog, que é este canal que vos fala e recentemente criei um site também. É por isso que hoje vamos bater um papo cabeça sobre o que é um blog e o que é um site e vamos aprender a diferença entre blog e site de um vez por todas. Se você tem dúvidas sobre isso e não sabe qual dos dois deve criar para o seu projeto ou negócio, esse post vai ser útil, pode contar que sim, por isso chega mais, vamos para o cafézinho! Hummmm sentiu o cheiro?

A importância da criação de um site ou blog para o seu projeto crescer é fundamental, não se trata apenas da criação, aliás, a criação é só o início de tudo, e nesse início já há um grande trabalho pelo frente, isso se você decidir arregaçar as manguinhas, estalar os dedinhos e pôr a mão na massa, vai por mim, é realmente fácil e totalmente possível de você mesmo fazer seu próprio site ou blog.  

Decidiu que quer fazer? Você mesmo? Excelente! Agora você precisa realmente saber qual dos dois, site ou blog, se encaixa perfeitamente para o tipo de projeto que você tem em mente, para optar por um, ou de repente descobrirá que os dois se encaixam. Já pensou? Que Big Job você tem pela frente! Mas, isso não é problema para quem não mede esforços e acredita na expansão do seu negócio e consequentemente no bom resultado que ele te trará. E o melhor de tudo é que há ferramenta gratuita para criação dos dois, vamos ver! 


O que de fato é um site?


A palavra site surgiu do termo website, com um tempo esse termo caiu em desuso e ficou apenas site. Sua origem vem do latim (situs) que significa sítio, lugar, espaço. Um site é nada mais que uma ou mais de uma página na internet, um lugar, um espaço que trata de um determinado assunto. 

Vamos imaginar que seja uma vitrine ou catálogo digital com fotos diversas, vídeos, descrições técnicas e textos muito explicativos sobre o produto, serviço ou assunto que estiver abordando, não deixando dúvida alguma para sua clientela. O site é a criação de um lugar para manter interessados no assunto em questão e/ou seu público bem informado sobre tudo o que eles precisam e devem saber a repeito do produto, serviço, projeto, etc.  

A ideia do site é manter o assunto mais estático, ou seja, não há necessidade de uma constante mudança, não há alteração e nem atualização constante sobre aquele assunto. pois tudo o que o site mostra é o suficiente para seu público. Sempre que ele for acessado através de um link ou um domínio, lá estará muito bem exposto o assunto que ele trata. Isso não significa que não pode mudar, claro que pode, mas a alteração não é feita regularmente, somente em casos bem específicos, por exemplo, você decidiu mudar a cara do site, ou está comemorando determinada data, então algo mudará, o layout mudará, mas o conteúdo central é estático e suficiente.

A relação do site com o seu público é em uma medida profissional, geralmente os sites são de empresas e organizações que buscam manter seu produto ou serviço na internet afim de deixar sua marca, sua porta de entrada para que o cliente possa passar por ela.  As formas de contato direto ou indireto são necessárias e indispensáveis, mas repito, elas acontecem naturalmente de forma profissional. O site deve disponibilizar formulário de contato, telefone, e-mails ou uma central de dúvidas para atender as demandas de seu público. 


O que de fato é um blog?


Um blog trata-se também de uma ou mais páginas na internet regidas de um mesmo tema, com fotos diversas, vídeos e áudios diversos (se for o caso) e muito textos voltados para um assunto em questão. De maneira geral, um blog é também um site, a diferença está na estrutura o blog.

Ao contrário do site, o blog possui uma estrutura dinâmica, ou seja, está em constante mutação. Um blog recebe atualização mensal, semanal, diária e há blogs que duas ou mais vezes no dia. Cada vez que uma postagem é publicada, o blog está se atualizando, essa postagem fica no topo da página inicial e o conteúdo mais antigo vai descendo de lugar, mas, nada impede que possa ser acessado, é só clicar em postagens mais antigas que elas estarão lá mostrando o seu conteúdo.

No blog as postagem são organizadas através das tags, categorias ou marcadores que ligam uma postagem na outra quando elas tratam do mesmo assunto. O blog possui uma página inicial e outras tantas páginas seguintes, além disso possui uma sidebar do lado direito ou esquerdo, onde muito provável você encontrará uma organização do blog, como o autor do mesmo, arquivos, anúncios e outros gadget que ajudam a organizar a estrutura dinâmica do blog.  

É bem verdade que um blog mantém uma relação mais íntima do autor com o público. E por essa razão há tantos blogs pessoais, como O Blog da Jack por exemplo. Os leitores têm certo envolvimento com as postagens, comentam, perguntam e interagem de uma maneira mais aberta, flexível, sem o uso de tantas formalidades. Essa relação, essa participação é o que mais motivam blogueiros a produzirem mais conteúdo para o blog.      


Qual a diferença entre site e blog?

Qual dos dois eu devo fazer, um blog ou um site?


Se você tem um produto, serviço ou um projeto, se você domina determinado assunto e quer compartilhar o mesmo com outras pessoas, é realmente bom, altamente recomendável você ter seu espaço na internet, se olharmos para esses dias atuais em que todos se conectam é imprescindível. Mas, agora só precisa decidir qual dos dois, blog ou site?

Bom, isso depende muito do assunto que você quer tratar na internet, e qual a finalidade de tratar esses assuntos com o seu público. Se o seu conteúdo será meramente informativo, ou trata-se de vendas ou será um redirecionamento para outro local. Tudo isso precisa ser pensado. Se você focar em decidir isso agora, pode evitar desenvolver um projeto e deixar ele mofando na web depois, como acontece todos os dias com milhares de sites e blog que são abandonados.  

Agora que você já sabe o que é um site e o que é um blog e conhece bem a diferença entre os dois, você só precisa se fazer uma série de perguntas e tópicos interessante para se decidir qual dos dois vai desenvolver. Criei e estou listando abaixo algumas poucas perguntas, mas essencial que te farão repensar e analisar bem qual tipo de projeto lhe cai melhor. Vê se te ajuda:  

O que vou oferecer é de um conteúdo estático, sem muita atualização?

Não vejo a necessidade de uma atualização constante para o meu público?

Não quero abordar outros assuntos além do que o meu produto ou serviço oferece?

Meu produto ou serviço está em constante mudança?

Terei assunto suficiente para atualizar meu público dentro do meu tema?

Quero manter essa relação íntima com meu público e não faltará assunto?

Terei tempo e estarei disposto a alimentar constantemente meu público com novos artigos? 

Respondendo essas e outras perguntas baseadas nas duas estruturas de blog e site que vimos acima, você conseguirá se decidir melhor. Eu falo por minha própria experiência, além deste meu blog pessoal, criei um outro blog com a temática voltada para atividades escolares de educação infantil, esse é um tema bastante extenso e não falta assunto. Mas quem disse que consegui alimentar o outro blog semanalmente? De jeito nenhum, quase fiquei louca, decididamente não pude ter dois blogs. Mas me inclinei muito na ideia de transformar o outro blog em site, por isso trouxe essa postagem hoje para você, leitor querido.

E terminamos aqui, sanando a dúvida sobre a diferença entre site e blog, mas esse assunto é muito extenso e detalhado. Que tal aprendermos como fazer um site inteiramente de graça, exatamente como eu fiz e tão fácil, mas tão fácil que chega a ser bizarro? Excelente! Assunto para um dos próximos posts.

Mispera!
Beijim!! 

  


O dia que eu me apaixonei por outro homem

3/28/2019

O dia que eu me apaixonei por outro homem

Sim, isso mesmo, hoje vim relatar o dia em que eu me apaixonei por outro homem. Se você me conhece sabe que eu sou casada há mais de dez anos e deve ter vindo aqui atraído com um tom decepção e uma dose cheia de curiosidade pelo título dessa postagem.

Pasmem, mas trata-se exatamente do que você está lendo. Sim, eu me apaixonei por outro homem, não pude evitar, perdidamente apaixonada eu me encontrei. E quero relatar o dia que isso aconteceu, talvez com o intuito de conseguir uma absolvição, quero e vou relatar e registrar isso no meu blog. Não terei como contar essa história sem mencionar meu precioso esposo, então, preciso começar pelo começo, com um pleonasmo muito vicioso, o começo do início de tudo.

Casei-me aos 23 anos, éramos jovem demais e estávamos loucamente apaixonados, poucas coisas se tem certeza a medida em que vamos trilhando o caminho da vida, e quando se trata de um passo tão importante como é o casamento sempre ouço as pessoas dizerem que o fizeram com um gelo na barriga. Interessante, eu não. Eu tinha certeza do que estava fazendo, se houve esse "gelinho" na barriga foi pequeno demais, imperceptível.

O namoro não foi longo demais, com apenas 2 anos e meio subimos ao altar. Éramos cristãos, somos cristãos e não demoramos muito para decidirmos viver juntos, unidos e felizes para sempre. Um doce conto de fadas que de fato experimentamos. Mas, algo aconteceu no trilhar dessa história tão romântica que foi demais para eu conseguir me segurar. Estou apaixonada por outro homem! 

Ele, meu esposo, sempre trabalhou muito para nos dar o melhor que pode, eu trabalhava fora de casa também. Tínhamos uma vida doce como um torrão de açúcar. Após o 4º ano de casados, decidimos juntos que queríamos ter um filho. Qual casal não opta por isso quando se está feliz? Acontece que a vida a dois é feita de duas fases, a primeira sem filhos e a segunda com filhos. Eu só não podia imaginar que depois disso, depois de nos ligarmos reprodutivamente eu me apaixonaria por outro homem.

Eu parei com os contraceptivos e não demorei muito para engravidar. Quando constatei a gestação, aí sim tive medo, tive um ultra, mega, power gelo na barriga, na espinha, que coisa louca! Mas, prontamente o instinto maternal se apoderou do meu corpo e fez aquietar todo o medo e confusão de sentimentos.

Eu tive uma gestação tranquila, alguns enjoos, cansaço, sonolência, nada além do normal. Curtíamos a medida que minha barriga ia ganhando forma, a gestação foi avançando mês a mês até que o grande dia chegou. Era véspera do meu aniversário, eu ganhei um bebê literalmente de presente de aniversário, ele era o bebê mais lindo que os meus olhos já viram e veio quase embrulhado num papel lindo com um laço azul deslumbrante. 

E foi nesse dia que eu me apaixonei por outro homem!

Me apaixonei perdidamente, fiquei rendida, chorosa e medonha de um jeito que eu não conseguia lidar com tudo aquilo. Um medo gigante, um gelo enorme, quase um iceberg se apoderou dos meus ossos e eu fiquei sem reação. Totalmente paralisada, estagnada! Tremendamente apaixonada!!

Lembro-me que minha ficha só caiu passados uns 2 meses que ele nasceu. Demorou tudo isso para eu só conseguir captar a mensagem e entender de verdade que estava vivendo uma nova fase na vida, que a maternidade me sobreveio, que virei mamãe e o bebezinho da minha vida por quem eu estava rendida era tão dependente de mim.

Apaixonei-me por você Talles, meu filho. Me apaixono todos os dias quando vejo que você cresce sem parar e o quão inteligente você é. Te amo demais!

Esse episódio tão especial da minha vida foi há sete anos e não encontrei maneira melhor de dizer o quanto te amo e te desejo o melhor que uma mãe apaixonada pode desejar. Feliz aniversário, homenzinho da minha vida, por quem me apaixonei desde o dia que nasceu!

Parabéns meu amor! 

Amanhã faço eu aniversário, um dia depois do Talles, na minha casa a comemoração é dupla todo ano. Não tenho post programado para amanhã, mas deixo aqui Os conflitos da minha e meia idade, um texto engraçadinho do ano passado, ainda passo esses conflitos rsrsrs.





  


Vasinhos de vidro reciclável para enfeite com flores.

3/24/2019

Vasinhos de vidro reciclável para enfeitar com flores

A dica de hoje não é bem novidade, e nem precisa ser mesmo, desde que seja para embelezar, tá tudo certo. Hoje vamos fazer um artesanato tão fácil, mas tão fácil, sem nada de trabalho, custo quase zero e nada de bagunça. Mas, será possível? Sim, é possível! Esse são os vasinhos de vidro reciclável para usar com enfeite de flores e fica lindo de arrasar

Tudo o que você vai precisar é guardar aqueles vidros de alimentos em conservas, eu guardei e acumulei alguns vidros de azeitonas e transformei nesse resultado que você pode ver. Mas, pode ser qualquer vidrinho, qualquer formato, inclusive garrafas.

Também será preciso as tintas, a que é recomendada para pintar vidro é aquela própria para aplicação em vidros, isso é sem sombras de dúvidas. Mas, ainda assim pode-se arriscar e usar outras tintas, como, tinta acrílica, esmalte, spray, de tecido, verniz-vitral e guache. Essa que estou usando é o guache. No início estava testando, achei que não fosse fixar, mas fixou e pintou bem.

Vasinhos de vidro reciclável para enfeitar com flores

Pronto, sem qualquer segredo! Uma maneira mega simples de embelezar vasinhos de vidro reciclável para enfeitar com flores. Há outras maneiras de pintar vidros como por exemplo um efeito degradê ou desenhos sobre o vidro. Mas, se você optar por uma cor uniforme esse jeito de pintar por dentro é genial. 
  
Atenção para secagem, nada de pressa. Keep calm! Você terá que aguardar secagem da tinta acontecer de um dia para o outro, não mexa antes, pois demora um pouco mesmo, eu aguardei mais de uma dia e mesmo assim consegui um arranhãozinho bem básico no vasinho amarelo. Sorry! mas nem da para notar muito, você notou? Me conta aí!  

Olha o resultado que lindeza!

Vasinhos de vidro reciclável para enfeitar com flores

Pode pinar, sinta-se a vontade!
Bonitinhos, os vasinhos não é?






Topo