Eu sou as escolhas que eu faço

Eu sou as escolhas que eu faço

Eu sou as escolhas que eu faço, originalmente falando trata-se de um livro que recomenda-se a leitura por embarcar em uma doce aventura e um envolvente dilema de ter que lidar com as escolhas entre ser o que o mundo espera de você ou fazer o que você espera do mundo. 

O título, a frase que se destaca por si só e é exatamente o assunto propriamente dito: Eu sou as escolhas que eu faço, eu me espelho e me represento através da minhas próprias escolhas. Nem sempre o que está a minha volta é o que eu quero ser ou fazer, nem sempre o que eu quero ser ou fazer é o que está em torno de mim. 



A leitura instigante Eu sou as escolhas que eu faço (publicado no Brasil pela Editora Sextane) é da artista Elle Luna que conta sua experiência pessoal de como abandonou sua vida perfeita aos olhos do mundo para correr atrás de um sonho, um sonho mesmo no sentido literal da palavra.

Elle sonhou, durante um determinado período o mesmo sonho noites seguidas com um apartamento vazio e de paredes brancas. Ela tinha um emprego promissor que era o sonho de muitos, trabalhava em um startup decolando para o sucesso em São Francisco na Califórnia. 

Mas o tal apartamento vazio e de paredes brancas não lhe abandonava as noites. De tanto comentar sobre esse sonho insistente, uma de suas amigas a aconselhou que fosse a procura desse apê em São Francisco. Ela mais que depressa considerou o conselho e foi em busca até encontrar e alugar o apartamento dos sonhos.

Ele estava vazio e tinha suas paredes bem brancas, como em seu sonho. Mas, depois de muito o observar Elle resgatou uma paixão da infância, pode adivinhar? A pintura! O todo branco lhe incomodou e ela quis deixá-lo colorido.

Passou dias empenhada num ambiente artístico envolta de tintas, pincéis, cores unicamente colocando suas emoções nas telas. E logo depois, os pensamentos e questionamentos em relação ao seu emprego promissor lhe sobreveio a mente: realmente tudo aquilo fazia sentido?

Quais são as expectativas que o mundo espera de você e o que você espera do mundo? Como alinhar esse dilema? Como resolver esse conflito?

O seu trabalho de sucesso seria o caminho mais seguro! Mas essa segurança estava totalmente ligada a uma prisão que não lhe permitiria as inspirações, as criações, o colorido, a paixão infantil e a felicidade.

Cercada por esse dilema ela iniciou uma série de pesquisas sobre a possibilidade de correr atrás de um sonho e sair da zona de conforto, encarar a segurança financeira x sonho ou realização pessoal. Todo o conteúdo que reuniu virou um post no Medium, sem a menor pretensão do sucesso que seria a publicação. 

O texto compartilhado por mais de 5 milhões de usuários da rede social e lido por mais de 250 milhões de pessoas não deu outra opção para Elle a não ser criar o conteúdo riquíssimo para quem pensa e não tem coragem de começar a viver de sua vocação.   

Já conhece ou ficou curioso? Vamos ver alguns trechos do livro?
Você pode visualizar mais trechos em uma amostra gratuita, é só clicar em uma das imagens:


Eu sou as escolhas que eu faço

Eu sou as escolhas que eu faço

Eu sou as escolhas que eu faço

E aí? Deve ser mesmo uma leitura intrigante e instigante, não é?
Recomendo a aquisição do livro!

A leitura é uma fonte inesgotável de prazer mas por incrível que pareça, a quase totalidade, não sente essa sede.
Carlos Drummond de Andrade.

Nenhum comentário:

Olá, fico muito feliz por você ler meu blog e agradeço demais por você se dispor a comentar nele. Sinta-se a vontade para interagir!!

Tecnologia do Blogger.